ASSAI da Mirim em Praia Grande e, empresa cumpre determinação médica autorizando trabalhador da Unilever a trabalhar com barba

No dia 25 de fevereiro um promotor da Unilever foi proibido de exercer sua função por uma encarregada do Assai Vila Mirim em Praia Grande, por estar com barba.

O trabalhador apresentou o atestado com laudo médico, onde era justificado que o mesmo não poderia se barbear devido a uma alergia desenvolvida aos aparelhos de barbear, mesmo assim foi impedido de cumprir com seu trabalho.

No dia 26 de fevereiro o diretor do SINDPRODEM Djalma Sutero, entrou em contato com o Sr. Anderson Golveia, expondo a situação e que o trabalhador estava legalmente coberto, o problema foi solucionado e a partir do dia 27 de fevereiro o funcionário da Unilever voltou ao trabalho normalmente

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

19 − 17 =