EDITAL DE CONVOCAÇÃO – CAMPANHA SALARIAL DATA-BASE 2019

O Presidente do Sindicato dos Trabalhadores Promotores, Repositores e Demonstradores de Merchandising do Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições que lhe são conferidas pela CLT, Estatuto Social da Entidade (Art. 43) e demais Legislações pertinente à espécie, CONVOCA todos os trabalhadores Promotores, Repositores, Demonstradores de Merchandising – promotor(a) de vendas, promotor(a) de crédito, promotor(a) de merchandising, orientador(a) de crédito, orientador(a) de vendas, demonstrador(a) de vendas, degustador(a), democonsultor(a), consultor(a) de vendas, agente de vendas, agente de crédito, agente de microcrédito, administrador(a) de Ponto de Vendas, do Estado de São Paulo, ligados a atividade específica, promovendo produtos específicos, não vinculados diretamente a supermercados, lojas ou boutiques.em contratos determinados, indeterminados ou temporários, para a ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA, que será realizada no próximo dia 05 de abril de 2019 às 16h30min, em primeira convocação, se atingido o quórum estatutário, ou às 17h00min, em segunda e última convocação, com qualquer número de presentes, à Rua Largo São Francisco, 181, 4º andar, Sala 42, Centro, São Paulo, a fim de deliberarem sobre a seguinte Ordem do Dia:

  1. Discussão e aprovação da Pauta de Reivindicações referente às negociações Coletivas de Trabalho 2019, que será encaminhada ao SIMPI, SINDEPRESTEM, FIESP, FECOMERCIO, ANESP e outros sindicatos e federações patronais.
  2. Autorização à Diretoria do Sindicato para celebrar Convenção ou Acordo Coletivo de Trabalho com Entidade Patronal e/ou com as empresas ou, na hipótese de insucesso das negociações, instaurar o Dissídio Coletivo de Trabalho, com base na Legislação Consolidada;
  3. Autorização prévia e expressa do desconto da Taxa Assistencial no percentual de 1% (Um por cento ao mês) da remuneração, e Taxa Negocial no percentual de 1% (Um por cento no mês de novembro) da remuneração para desconto de todos os trabalhadores abrangidos pela Convenção Coletiva, e revertida ao sindicato profissional;
  4. Aprovação para que a assembleia geral se torne permanente até o final das negociações e realização de sessões de assembleias específicas de modo a atender diversos horários e locais, a fim de facilitar a participação dos trabalhadores interessados.
  5. Assuntos Gerais.

São Paulo, SP, 03 de abril de 2019

 

Luiz Santos Souza

Presidente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × 5 =