O que faz um promotor de vendas?

Sabia que essa é uma das perguntas mais digitadas no google quando se trata de profissionais de merchandising? Isso significa que ainda tem muita gente que desconhece o trabalho realizado por esses profissionais. Mas estamos aqui para mais uma vez informar o que eles realizam.
O profissional é contratado pelas indústrias para tornar o produto mais
O cliente tem sempre razão e para estes profissionais, a palavra dele é uma ordem.
“Assim, você tem a garantia de que seu produto vai estar sempre bem exposto, vai estar limpo no ponto de venda, vai estar com o preço adequado, vai estar sempre no posicionamento ideal pra empresa”, afirma Anderson Barbosa, coordenador de vendas. Eles são promotores de vendas. O trabalho deles tem tudo a ver com o marketing e funciona assim: A indústria contrata o promotor de vendas para trabalhar no comércio, ele visita os pontos de venda e cuida para que o produto esteja na melhor posição possível. Tudo para atrair o cliente.
“Em média cinco lojas por dia a gente visita”, diz o profissional. Você entra numa loja pra comprar um desodorante, mas no meio das prateleiras dos desodorantes, você encontra escova de dente. Se lembra que precisa de uma e acaba levando. Ponto para o promotor de vendas. É ele quem pensa em lugares alternativos para expor os produtos como uma barraca de festa junina no meio da seção de frutas e legumes. É dessa forma que ele divulga as promoções e faz com que você compre mais do que o previsto. “Essa é a intenção. Quanto mais vender, melhor. A minha função é girar o produto. Então, vai ser melhor pra mim, vai ser melhor pro estabelecimento, vai ser melhor pra empresa que eu trabalho”, garante Lílian Cavalcanti, promotora de vendas. Para começar na carreira, basta ter o ensino médio. No centro de apoio ao trabalho, entram 500 novas vagas toda semana. É a terceira profissão que mais emprega.
E não faltam candidatos interessados. As próprias indústrias ou agências especializadas treinam seus promotores de vendas. “É uma atividade que não necessariamente ele precisa ter qualquer tipo de experiência ou ter estudado alguma coisa específica. Então nós somos uma agência de desenvolvimento de competências pra transformar o ponto de venda num lugar realmente atrativo”, explica Fabiana Grimaldi, gerente de treinamento e desenvolvimento. Lílian diz que se apaixonou pela profissão. Tanto que fez curso superior em marketing e já foi promovida. Hoje, ela incentiva quem está começando.
“Você tem que ser dinâmica, tem que ter vontade de aprender coisas novas e trabalhar bem essa parte de relacionamento porque você vai se relacionar com pessoas o dia inteiro”, diz ela. O mercado, ele é bem promissor e amplo porque na verdade, as oportunidades aparecem numa demanda muito grande. Você tem muitos produtos em lançamento, em extensão de linha. Então, Definir imagem destacadaas empresas, as marcas, elas requerem mão de obra pra desenvolver esse tipo de atividade”, afirma o profissional. Mas o desafio é grande. “Eu acho que uma das coisas mais difíceis nessa área é você manter o seu próprio espaço nos mercados. Chegou, conseguiu colocar o seu produto em vendas nesta linha, nesta parte, você está bem na empresa”, afirma Anderson Pires, promotor de vendas.
Tem que ter agilidade. “Dia 05, dia 20, a loja fica bombando, lotada. O mais difícil é isso. Dar conta das cinco lojas na época de pagamento”, diz Ivan Amorim, promotor de vendas. “Abasteceu, fez a limpeza, fez a organização de data e tudo, fala com o encarregado e tchau. Aí próxima loja, a mesma coisa”, conta ele

SPTV/GLOBO Reportagem de Glória Vanique

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

dois + dez =